Da Série #Viagens

Planejando a viagem: Paraty

E ai, pessoal. Tudo bem com vocês?

No final do ano viajamos, seguindo todos os protocolos que a organização de saúde impôs e respeitando os decretos da cidade de Paraty.

Fizemos o projeto da nossa da Viagem pelo aplicativo Trello o que facilitou bastante as coisas no planejamento do passeio. Fica a dica para vocês ai!

  • O que Fazer
  • Onde Comer
  • Atrações Imperdíveis
  • Previsão de Gastos

Para quem não conhece a cidade ela faz parte do circuito da Estrada Real, que se estende de Diamantina, em Minas Gerais, até Paraty no Rio de Janeiro. Diana e eu sempre tínhamos vontade de conhecer o lugar por uma rota do império brasileiro e fazer parte da história do Brasil e dessa vez surgiu a oportunidade.

Bem, decidimos em DEZEMBRO realmente muito perto da virada. Estávamos cansados da pandemia e com a iminência da vacina, assim fizemos. Abrimos o app do Airbnb e o encontramos uma kitnet bem próxima ao centro histórico com preço muito bom e reservei.

Inclusive, se você clicar nesse link (https://www.airbnb.com.br/c/joaogabrielc), se cadastrar e usar eu ganho $$$ por compartilhar a plataforma com mais pessoas. Fortalece ai….

A ida e a volta foram super tranquilas. Fomos de carro e pegamos o trajeto da VIA 040 em MG e a rodovia Washington Luiz, do RJ. A estrada é muito boa e possui pedágios. Gastamos R$58,00 na ida e o mesmo valor na volta, totalizando R$116,00. Veja abaixo detalhadamente os valores de cada pedágio.

Em Paraty, você conhece a cidade em 06h. Sério mesmo! É muito pequena e as praias da cidade não são boas para banho (aliás, nem as vi). Mas você pode conhecer praias boas a 40min de carros ou alugando barco/lancha/escunas para levá-lo às ilhas. Na cidade tem várias empresas que fazem esse tour.

Dica: Não vá de escunas! Prefira alugar um barco reservado, pois você combina o horário mais cedo e você tem as praias reservadas só para você até um certo período.

Os lugares para comer são dos mais variados, e a maioria tem com frutos do mar no cardápio. Comi camarão até falar chega. Dentro do centro histórico é caro mesmo. Vá com dinheiro! Fora dela é mais conta.

Paraty é uma pequena cidade com montanhas como pano de fundo na Costa Verde do Brasil, entre o Rio de Janeiro e São Paulo. O seu centro colonial português possui ruas calcetadas e edifícios dos séculos XVII e XVIII da altura em que funcionava como um porto, durante o ciclo do ouro brasileiro. Entre os seus pontos de referência arquitetônicos encontra-se a Capela de Santa Rita à beira-mar, uma igreja caiada construída em 1722. 

Estrada Real é o caminho por onde passa a história de Minas Gerais, a Estrada Real remonta ao século 17, associada à exploração do ouro, café e do diamante no Brasil colonial. Dela fazem parte as vias de acesso, as trilhas calçadas pelos escravos, os pontos de parada, as cidades e vilas históricas, que serviram de cenário à Inconfidência Mineira, principal movimento de contestação à Coroa portuguesa naquela época, liderado pelo alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

Nos próximos post’s, você irão conhecer as praias, os lugares e os passeios que fizemos nessa pequena viagem. Acompanhe!

Um comentário em “Planejando a viagem: Paraty

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s