Viva Conosco

Pais de Plantas

E ai pessoal, tudo bem com vocês?

Ter plantas dentro de casa é essencial. Elas melhoram a qualidade do ar, acalmam e deixam os ambientes mais frescos. Além de serem grandes aliadas ao aproximarem a natureza dos moradores de apartamentos nas grandes cidades.

Não sei porque e nem como viramos pais de plantas, mas tem sido uma satisfação enorme cuidar das nossas meninas. As plantinhas precisam de uma rotina “específica” de sol, sombra, rega e borrifar as folhas. Como moramos em apartamento que não bate sol, precisamos nos adaptar para cuidar de cada uma a sua maneira e dentro do espaço que temos.

Apenas para deixar claro – sol, sombra, rega, borrifar, cascalho, vaso e seus significados. Vai que alguém não entende né. Eu não entendia nada disso, tem sido um verdadeiro aprendizado. Vamos lá!

Coisas que aprendi cuidando de planta

  • Sol – é literalmente banho de sol. Cada planta tem sua necessidade e deve ser respeitada.
  • Sombra – é literalmente permanecer na sombra. Respeitar para sobreviver. Não são todas plantas que precisam de sol.
  • Rega – aqui é regar as plantas. Mas antes de regar com água atente-se para deixar o cloro evaporar do recipiente. Deixe 24horas com a tampa aberta e depois regue. O cloro tira as cores das plantas.
  • Borrifar – é molhar as folhas das plantas. Cuidado para não regar. É borrifar para ela pegar umidades.
  • Cascalho – é sempre bom ter isso nos seus vasos. O cascalhos retém a umidade para as plantas.
  • Vaso – A escolha do vaso vai do gosto, mas uma coisa é certa, precisa de ter espaço para a raiz crescer.

Temos algumas espécies no nosso apartamento e vamos apresentar agora nossas filhotas…

Jiboia

Esta espécie é uma das mais versáteis, resistentes e adaptáveis para ter dentro de casa já que ela se acomoda em um espaço pequeno. A jiboia se comporta de maneira diferente em áreas externas, onde pode até ser usada como trepadeira ou cerca viva. No nosso caso, deixamos ela plantada em um vaso. Virou quase uma floresta. Rsrsrsrs…

Maranta

  • A Maranta é um gênero que define uma diversidade de espécies com características similares. Assim, os tipos de maranta apresentam folhas ricas em texturas, cores e estampas. Aqui em casa, nós temos três espécies. Queremos todas as marantas para fazer uma URBAN JUNGLE!
    • Zebrina: a folha verde-clara com traços em verde mais escuro. Seu cultivo é fácil, preferindo temperaturas amenas. Jamais as exponha ao sol direto ou a períodos de seca. Essa espécie prefere locais frescos e com claridade.
    • Triostar: é rica em cores, variando em nuances de rosa e verde. Esse tipo é nativo da Mata Atlântica, vivendo bem à meia-sombra. Contudo, elas gostam de locais que recebem sol menos intenso, como o começo da manhã ou fim da tarde.
    • Macoyana: também conhecida como planta de pavão ou janelas de catedral. Parece uma melancia, com mesclas em verde claro e escuro. É uma planta de sombra, que deve pegar somente o sol da manhã, além de claridade natural.
Macoiana
Triostar
Zebrina

Begônia Rex

Aqui em casa temos as duas begônias. Essa planta deixa claro que precisa de rega, pois ela murcha e depois que você molha ela ganha uma nova vida, se “empertigando” toda. Incrível! Seus caules ficam com a água da raiz e por isso ela fica durinha. Recentemente uma delas sofreu um acidente e acabamos em ter um cuidado extra com ela, mas essa planta irá sobreviver e ter folhas lindas. Vejam as nossas begônias:

Cróton

Particularmente, é uma das que mais gosto. As cores das folhas são simplesmente majestosas. A cróton é muito versátil, podendo ser cultivado em vasos ou diretamente no chão. É uma mini super árvore!

Árvore da Felicidade

Essa planta quase morreu, mas com cuidado, régua certa sobreviveu. É um planta que segundo a lenda que a árvore da felicidade atrai prosperidade e nunca mais deixa a alegria ir embora da casa. Para os sentimentos de harmonia se multiplicarem, é apropriado usar o mesmo vaso para plantar duas mudas. Assim, você pode ficar com uma planta e dar a outra de presente para uma pessoa querida. No Japão, reza a lenda que a árvore da felicidade traz realizações e boa sorte, basta passar por ela para ser “abençoado”.

Fonte: Casa & Festa

Lambri Roxo

Essa planta está decorando nosso móvel da sala com vasta cabeleira roxa. Qualquer galho que cai dela que tiver um pouco de raiz pode ser replantada e rapidamente, um novo braço vistoso de folhas nasce. Por isso, ela é essencial para trazer cores e volumes inigualáveis.

Espada de São Jorge

A planta que nós temos é a versão coroa dinamarquesa. Ela não precisa de muita rega e fica com as folhas empezinhas. Ótima para ambiente internos como o nosso ap. A nossa está dando muitos brotos. A Diana diz que essa planta espanta mal olhado e fica do lado da porta.

Como a gente não para quieto, claro que já estamos de olhos em VÁRIAS novas filhas para adotar. Rsrsrsrs… acompanhe nosso Instagram para conhecer cada plantinha no seu dia a dia.

Ah! E conta pra gente, você, durante a pandemia, também se tornou mãe/pai de plantas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s