Da Série #Restaurante

Fomos ao Chez Heaven

Se você leu nosso último post, sabe que me aventurei pelo Rio de Janeiro e vivi uma das experiências mais incríveis da minha vida: o Rock in Rio.

MASSSSS, apesar de ser o evento principal de nossa viagem, minha amiga Mirian e eu também passeamos um bocado pela “cidade maravilhosa”.

20190928_194745

O post de hoje é para falar da loucura que fizemos, ao optar por jantar em um restaurante finérrimo, caríssimo, de renome e, ainda por cima, pertencente à uma competidora do Masterchef Profissionais.

Hoje é dia de falar que fomos ao Chez Heaven.

A chef Heaven Delhaye

O restaurante deve boa parte de sua fama por ter como proprietária a chef Heaven Delhaye.

Chez-Heaven-Heaven-Delhaye
Imagem: Reprodução/Google

Heaven iniciou sua carreira de apresentadora com o programa Heaven’s Kitchen, em uma emissora local, a TVCOM, do grupo RBS de Santa Catarina. Um ano depois, estreou um programa de mesmo nome, Heaven’s Kitchen: Sabores do Paraíso, na Record News do estado, tendo, dois anos mais tarde, migrado para a rede nacional, onde ganhou destaque por suas receitas que mesclam o melhor da gastronomia europeia com o sabor da culinária brasileira. (…) Em agosto de 2018 foi selecionada para ser uma das 14 participantes da terceira temporada do reality show MasterChef Profissionais. (Fonte: Wikipédia)

O fato de Heaven ter participado do Masterchef Profissionais abriu um leque enorme de opções e trouxe visibilidade para suas aventuras gastronômicas e para seu restaurante, o Chez Heaven.

heaven-delhaye-masterchef-profissionais-band-carlos-reinis_free_big_fixed_big
Imagem: Reprodução/Google

O ambiente e o atendimento

Localizado em uma galeria, na Av. Das Américas, 8585 – Barra da Tijuca, o ambiente impressiona pelo requinte. Uma decoração luxuosa, que acompanha o estilo da própria galeria, nos recebe de braços abertos mas de uma forma não tão “calorosa”, chegando a ser intimidante.

Tudo bem alinhado e escolhido para fazer o cliente sentir e entender que está em um lugar diferenciado.

20190928_19484820190928_19580520190928_195822

A cozinha aberta remete às cozinhas de top de linha que vemos na TV, onde podemos acompanhar o preparo dos pratos e interação dos chefs.

20190928_195835

A música ambiente é uma delícia e uma surpresa aconchegante, tocando desde clássicos franceses à MPB.

O atendimento é excelente, apesar de frio, muito sério e distante. Não que isso seja ruim, mas é algo que me incomoda. Gosto de sorrir para a pessoa que está me atendendo e receber um sorriso de volta. Parece bobagem, mas é algo que valorizo em qualquer lugar que vou e que senti falta aqui.

A comida e os preços

Então, aqui é que fico triste…

Estava empolgada, mesmo que intimidada, por estar em um ambiente como aquele. Não é todo dia que “esbanjamos” assim, não é mesmo!?

Então, imagina a minha frustração ao fazer minhas escolhas e os sabores serem extremamente comuns. Nada nos pratos que pedi tinha algo de extraordinário, que justificassem o preço e a pompa toda.

Entrada

20190928_194218

De entrada, optamos por um ceviche.

Aqui, não tem como ser surpreendido, né!? Porque ceviche é ceviche, o gosto não tem como variar demais.

Foi uma boa escolha, com a qual ficamos satisfeitas e ansiosas pelo prato principal.

Prato principal

Mirian optou por uma massa e ficou pra lá de feliz com a sua escolha.

20190928_202630

Eu, no entanto…

Fiquei animada ao ler Poisson du Jour (peixe do dia) e curiosa para ver a combinação do peixe e mexilhões com o arroz negro e um molho especial.

O que, na verdade, eu experimentei, foi um peixe com sabor, tempero e textura similar às iscas que tinha comido num quiosque na praia mais cedo. Nada demais, nada extraordinário, apenas aquela coisa sem graça que não tinha nem um limão ou algo ácido para acompanhar.

O molho, nada mais era que um molho de tomate normal, que ficou “solto” no prato. Quanto à espuma que é possível ver na foto, ainda não tenho a mínima ideia do que seja, mas não tinha gosto de nada.

Enfim… estava ruim? Não, não estava. Mas não valia o preço (quase R$80).

20190928_202732

 

Sobremesa

Mirian, mais uma vez, foi certeira em sua escolha, optando por um creme de chocolate branco com maracujá que estava uma delícia (eu experimentei).

20190928_211558

Eu tentei ir para algo menos doce e que fosse quente (estava sentindo frio no momento). Por isso, optei pela pera flambada com gorgonzola e mascarpone.

A pera estava uma delícia. Macia e suculenta, com o doce super equilibrado. Mas, ao tentar unir todos os sabores do prato (sugestão da garçonete, que trouxe a sobremesa à mesa), o mascarpone matou todos os demais sabores. Pelo menos, para o meu paladar, não tinha equilíbrio algum, se tornando até enjoativo, apesar de não ser doce.

20190928_211701

Impressões

Bem, como você pode perceber, Mirian e eu tivemos experiências BEM diferentes no Chez Heaven. Eu, particularmente, não voltaria lá. Mas foi bom, poder me dar ao luxo de ir em um lugar chique como esse.

Arrependimento? Jamais! Cada experiência só enriquece minha bagagem e estou sempre aberta para viver muitas outras, sejam elas surpreendentes ou decepcionantes. Sempre trazemos algo conosco (lembranças ou aprendizados).

Fora que me senti a crítica gastronômica ao falar para o maître que a sobremesa não tinha me agradado e ainda justificar o porquê. Isso fez uma noite interessante ser fechada com chave de ouro! Kkkk….

autora-diana

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s