Da Série #Museus

Tudo é Eco no Universo

Semana passada tive uma reunião bem diferente com uma cliente… ao invés de conversamos em sua empresa, como de costume, minha parceria da consultoria sugeriu que nos encontrássemos na Casa Fiat de Cultura, ali do ladinho da Praça da Liberdade.

Lá, nos deparamos com uma exposição na Piccola Galleria linda de se ver: Tudo é Eco no Universo, do artista plástico Augusto Fonseca.

Obs.: a exposição encerrou-se no domingo. 😦

Quem é Augusto Fonseca

Antes de falar da exposição, acho importante conhecermos o artista. Por isso, segue breve “resumo profissional” de Augusto, tirado diretamente do site da Casa Fiat de Cultura:

Aquarela-da-série-Homo-Narcissus_Exposição-Tudo-é-eco-no-universo_Casa-Fiat-de-Cultura_crédito-Augusto-Fonseca-2
Aquarela da exposição ‘Tudo é Eco no Universo’

Augusto Fonseca é artista plástico formado pela Escola de Belas Artes da UFMG. Como artista plástico, realizou diversas exposições individuais, dentre elas: Walk me Home, no Museu Inimá de Paula (2015); O Falso Espelho, no Centro de Cultura SESI Mariana (2014) e na Galeria de Arte da COPASA (2013); Quando penso ter razão, na Galeria de Arte do BDMG Cultural (2013); e Outras Cidades Invisíveis, na galeria de arte da CEMIG (2009). Das exposições coletivas, destacam-se: 44º Salão de Arte Luiz Sacilotto (2016), 60×20 – Galeria de Arte da CEMIG (2012), Pequeno panorama em pequenos formatos. Reflexões sobre a Pintura” Quina Galeria (2010), Encontros e Mestiçagens Culturais. Breve Panorama da Pintura Contemporânea em Minas Gerais – Centro de Artes e Convenções da UFOP (2010), 9° Salão de Artes Visuais de Guarulhos (2009), Fundação de Arte de Ouro Preto-FAOP (2008).

Em 2012 passa a integrar o setor de Artes Visuais do Museu de Arte da Pampulha.

Participou da Comissão de Seleção e Organização da 5ª e 6ª edições do programa Bolsa Pampulha (2013/2014-2015/2016), da comissão de seleção e organização do projeto Telas Urbanas (2015/2016), e da comissão de Seleção do projeto Arte Urbana Gentileza (2018).

Como curador, idealizou e organizou a exposição Sobre o que se Desenha, no Museu de Arte da Pampulha (2015), foi curador assistente na exposição Arte e Política no Acervo do MAP, realizado no SESC Palladium (2016), e fez a curadoria da exposição Pintura em Diálogo, no BDMG Cultural (2017).

Tudo é Eco no Universo

Uma releitura do mito de Narciso e Eco, apresentando Narciso de dentro para fora, mostrando as entranhas do ser humano – algo belo e grotesco ao mesmo tempo.

tudo é eco no universo - augusto fonseca 4

A flor e o homem se fundem nas aquarelas de Augusto, e o artista convida nosso olhar para dentro, para nosso autoconhecimento. Como? Ali, no meio de suas telas, um espelho o obrigada a encarar-se.

tudo é eco no universo - augusto fonseca 3

“Sempre achei interessante o mito do Narciso. Narciso é o herói da consciência. Quando mergulha no lago, mergulha em busca do seu interior. Não se trata apenas de beleza, é também sobre identificação, espelhamento e reflexão. Ele possibilita muitas reflexões atemporais”, conta Augusto Fonseca

tudo é eco no universo - augusto fonseca 1
Descrição da exposição (para ver mais, clique aqui).

É impressionante o que o artista conseguiu instigar com 11 telas.

tudo é eco no universo - augusto fonseca 2

Há muito tempo não visitava uma exposição aqui em BH e foi uma grata surpresa me deparar com obras tão lindas. Já gravei o nome do artista aqui para ficar de olho quando souber de seu trabalho sendo exposto por aqui.

autora-diana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s