Reflexões · Viva Conosco

A vida passa, e a gente também

clark-tibbs-367075-unsplash

Você já parou para refletir o quanto sua vida mudou?

Pense em você há 5 anos atrás… tenho certeza de que você não é mais aquela pessoa. Que você já viveu e passou por tanta coisa, que praticamente de reinventou como ser humano.

A vida é uma verdadeira caixinha de surpresas…

Filosofar pra quê?

josh-couch-586382-unsplash

Bem, vamos por partes.

Ano passado meu avô paterno morreu (pelo lado da minha mãe, os dois já faleceram). Foi totalmente inesperado, já que minha vozinha é quem anda ruim das pernas há uns bons 6 anos e ele era bem ativo e animado. Ele bateu as botas no mesmo dia que recebi um prêmio por um projeto na Associação Brasileira de RH – MG. Olha só que loucura, que mix de sentimentos, que confusão emocional.

No início do ano, um casal de amigos descobriu que seu filhinho de 3 anos está com leucemia. Isso após sua outra filhinha mais velha ter ficado internada um bom tempo com um tipo raro de pneumonia.  Assim, de uma outra para outra, a vida deles mudou de cabeça para baixo. Tudo teve que ser reorganizado: rotina, horários, planos.

Depois, um casal de amigos se separou, após muitos anos de relacionamento. Algo que, definitivamente, não esperávamos.

Agora, duas pessoas muito queridas e próximas foram diagnosticadas com tumor. Pessoas cheias de energia, vibração positiva e excelentes companhias. Mais uma surpresa, mais mudanças de planos, mais reflexão, mais medo.

Tudo isso tem me deixado muito preocupada… sou uma pessoa que me apego demais àqueles que amo. O que é ruim, pois sofro junto a sua dor na mesma medida em que celebro as conquistas.

Também me fez refletir mais sobre como não temos controle de absolutamente nada, a não ser de como reagirmos ao que aparece.

A vida passa, e a gente também

Parece clichê, mas não é. Sério…

djim-loic-69263-unsplash

Não digo para não planejarmos, sonharmos e direcionarmos nossa energia para realizarmos coisas, vontades, objetivos. Não é isso.

Também não trago um discurso “positivista” de que devemos sempre pensar no lago bom das coisas. Pôxa, sou gente… recebi uma notícia ruim, deixa eu curtir minha bad vibe. Precisamos passar pelo luto, pela tristeza. Não podemos é permitir que esses sentimentos definam que somos e nosso rumo.

Meu ponto aqui é que, de repente, TUDO pode mudar. Uma notícia, uma perda, uma conquista, algo inesperado vai surgir e nossa única escolha é decidir como vamos reagir ao que vier.

É viver o momento presente de forma intensa, grata e lembrar que amanhã é outro dia.

É saber que a mudança tem um propósito… mesmo que não saibamos, de imediato, qual é ele.

É saber que teremos pessoas queridas que nos apoiarão no que der e vier.

É lembrar que a vida é nosso maior presente e que precisamos honrá-la na melhor maneira possível.

É amar intensamente, incondicionalmente.

É ser gentil, sempre.

Mas e daí?

Este post é mais um desabafo do que qualquer coisa. Mas também é um chamado à uma reflexão de que a vida é inconstante, instável, flutuante e que não devemos nos apegar à ela (preciso me lembrar disso constantemente).

Meu coração está pesado por todas as pessoas que amo e não estão bem nesse momento. Minha essência segue enviando energia para cada uma delas, vibrando de forma à providenciar algum conforto. Para quem acredita, coloco cada uma em minhas orações diárias.

miss-lacitos-746194-unsplash

Quis tirar isso do meu peito e implorar para vivermos bem e nos preparar para as surpresas da vida.

Obrigada por estarem aqui. ❤

Imagens: Unsplash

autora-diana

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s