Da Série #Viagens

Bairro Liberdade

Sempre que vamos à São Paulo, fico morrendo de vontade de ir ao bairro Liberdade. Nas últimas vezes, não conseguimos passear por lá e, a única vez que visitamos, só fomos à um restaurante e não vimos mais nada (era tarde da noite e já estava tudo fechado).

Dessa vez, João e eu nos organizamos para poder passear pelo pedacinho oriental na capital paulista.

O Bairro Liberdade

De acordo com a Wikipédia, o “Liberdade é um bairro turístico situado na zona central do município de São Paulo pertencente em parte ao distrito da Liberdade e em parte ao distrito da Sé. É conhecido como o maior reduto da comunidade japonesa no município, comunidade esta que é considerada a maior do mundo fora do Japão.” 

bairro liberdade
Imagem: Matraqueando

João e eu, sendo bons apreciadores da cultura oriental como um todo (Japão, China, Coréia e por aí vai – desde comidinhas até games e animes) ficamos enlouquecidos.

Em cada esquina uma vendinha com as maiores delícias que podemos imaginar e, claro, sem ter a mínima ideia do que era (já que estava tudo escrito em outra língua, rsrsrs).

Tiramos a manhã do domingo pós CCXP para visitar o bairro, conhecer a famosa feirinha na praça central, comprar lembrancinhas (agora tudo baratinho) e almoçar uma verdadeira comida japonesa antes de voltarmos à BH.

feirinha do liberdade 1.jpg

Momo Lamen House

Nossa opção de almoço foi um achadinho… estávamos passeando pelo bairro procurando outro restaurante e aí, bem ali, no coração do Liberdade, damos de cara com a Momo Lamen House.

Mas o que é lámen, afinal de contas?

Mais uma vez, recorro à minha best, Wikipédia, para ajudar na compreensão: “Lámen, ou rāmen é um alimento japonês. Um prato de lámen normalmente é composto por um tipo de macarrão chinês, uma sopa com caldo à base de ossos de porco, peixe ou frango, e temperados com uma base tarê (molho) que da sabor ao caldo base, para a confecção da montagem do prato, e os adicionais podem variar dependendo da região do Japão e do restaurante que vende o lámen (conhecido como Lamen-Ya). É comum o uso de ingredientes como algas verdes (海苔 nori), pedaços de carne de porco (チャーシュー chāshū), brotos de bambu marinados (メンマ , 麺麻 ou 麺碼 Menma), cebolinha e naruto (massa de peixe com formato de redemoinho rosa).”

Se você assiste animes, já deve ter visto algum personagem consumido esse iguaria (o Naturo é um grande fã, e eu também).

naruto_ramen
Imagem: Google

Nossos pedidos

De entrada, pedimos gyozas de porco, que são como pastéis japoneses e, para acompanhar todos os pratos, fomos de refri mesmo.

Eu pedi um lamen com o caldo à base de shoyu e com frango, ao invés do tradicional porco.

prato da diana - lamen - momo lamen housediana comendo lamen

O João pediu um prato que tinha uma sopinha delícia (que ele não gostou, rsrsrs), camarão, arroz, alga, frutinhas e uma conserva de pepino (que eu comi também).

prato do joao - momo lamen house

O Momo Lamen House

O restaurante é bem bonitinho e abusa de uma decoração simples, apenas com alguns toques orientais.

Achamos lá meio carinho, com a média de preços entre R$30 e R$50.

momo lamen house 3
O restaurante é bem procurado, a partir de 12h já tem uma fila de espera. E olha que ele tem 3 andares.

Mas, se você quer experimentar um verdadeiro lámen japonês, lá é o lugar.

MOMO LAMEN HOUSE
End: Rua dos Estudantes, 34 – Bairro Liberdade
(11)3207-5626

E assim acabou nossa viagem para essa SP… 🙂

autora-diana

 

 

 

 

2 comentários em “Bairro Liberdade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s