Da Série #ManiacosPorSérie

Por favor, assista The Handmaid’s Tale

Pense naquela série mais baphônica que você já assistiu… pensou? Provavelmente vieram nomes icônicos da cultura pop como Game Of Thrones, Breaking Bad, Westworld, House of Cards e por aí vai. Mas, o que muita gente não sabe é que tem uma série chocante que tem surpreendido muitos e encantado milhares de outros mais…

The-Handmaids-Tale

A série The Handmaid’s Tale

The Handmaid’s Tale, traduzido para o português como O Conto da Aia, não é um conto de fadas. Muito pelo contrário, retrata um futuro distópico onde a maior parte das mulheres são inférteis, um golpe político toma frente ao governo instaurando leis totalitárias e tornando as mulheres propriedade, objetos com objetivos pré-estabelecidos pela nova ordem.

Nolite Te Bastardes Carborundorum

Nessa nova ordem, acompanhamos June, também chamada de Offred – detida pelo novo regime e forçada à se tornar uma aia: a classe das poucas mulheres ainda consideradas férteis que trabalham como “receptáculos” dos futuros filhos dos comandantes do governo – é, isso mesmo que você leu, são mulheres que “trabalham” como “barrigas de aluguel” obrigatórias.

poster handmaids tale - june offred

Há outras classes de mulheres: as Tias, responsáveis por “treinar” e “orientar” as aias; as Marthas, que são governantas nas casas de família; as Esposas, cônjuges inférteis dos comandantes, submissas até a unha do dedinho do pé.

the handmaids tale - cena com 3 classes de mulheres

the handmaids tale - mulheres

Nuh! Não sei se consegui me expressar muito bem, mas é muita emoção falar aqui dessa série que mexe tanto conosco (o João também fica bem bolado assistindo aos episódios). Mas, no geral, esse é o cenário.

Mas, por que assistir à série?

Bom, em primeiro lugar é uma oportunidade de ver cenas lindamente produzidas, com contrastes de cores e luz que deixam as imagens simplesmente deslumbrantes – dá gosto de ver, sabe como é!?

O 2º ponto é ter a oportunidade de ver atuações fantásticas. Não é a toa que, pelo segundo ano consecutivo, boa parte do elenco foi indicada ao Emmy.

Em terceiro lugar está a discussão apresentada na história. Apesar de ser uma ficção, futuro distópicos, nova ordem e tal, a série debate temas como: religião, liberdade x totalitarimos, feminismo, sexualidade, formas de amor, certo x errado, sororidade, e por aí vai. Ou seja, aponta temas que precisam ser a atenção devida, mas que, muitas vezes, deixamos passar.

O quarto ponto são os personagens que são muito intrigantes. June/Offred, nossa “heroína”, você conhece muito bem a cada episódio, mas Serena – esposa do comandante Waterford, é uma incógnita. Você não sabe se a odeia, a ama ou, simplesmente, sente pena (ou tudo junto, se bobear). Ela é uma personagem complexa, humana, real, que apresenta todas as nuances de qualquer pessoa “no mundo real”. Outra personagem assim é a Tia Lydia – até hoje não descobrimos “de qualé” dela.

O 5º e último motivo é bem simples e até óbvio para nós: os criadores da série conseguem prender os expectador do início ao fim. Seja com os diálogos “econômicos”, utilizados somente quando estritamente necessário, exigindo de nós a atenção aos olhares, expressões e linguagem corporal. Seja pelas pelas paisagens, seja pelas histórias de cada personagem da trama, seja pela tensão permanente em todos os episódios.

Bônus: apesar da história ser sobre uma nova ordem que suprime as mulheres, o que vemos são mulheres fortes, decididas e dispostas a lutar pelo que acreditam ser o certo. O que é BEM legal.

Resumindo: a série é, simplesmente, incrível. Por isso, por favor, assista à The Handmaid’s Tale.

Curiosidade

 

A série é inspirada no romance O Conto da Aia, de Margaret Atwood, escrito em 1985.

CLARO, já coloquei o livro na minha listinha de “Preciso Ler”.

 

Trailer

Confira o trailer da 1ª temporada.

The Handmaid’s Tale é exibida pelo canal de streaming Hulu.

 

Imagens: Reprodução/Google

autora-diana

Um comentário em “Por favor, assista The Handmaid’s Tale

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s