Cinema em Casa · Desafio 1001 Filmes

The Rocky Horror Picture Show – Desafio 1001 Filmes

rocky-horror-poster

“O singular musical de teatro de Richard O’Brien, adaptado para o cinema em 1975, foi um fiasco ao ser lançado. No entanto, quando um cinema de Nova York começou a exibi-lo em sessões à meia-noite, rumores logo se espalharam sobre a bizarra paródia de ficção científica e horror. O filme se tornou cult e até hoje detém o recorde de maior tempo em cartaz, tendo sido exibido no mesmo cinema em Munique, na Alemanha, durante todas as semanas por mais de 27 anos.”

Fonte: 1001 Filmes para Ver Antes de Morrer

O espetacular The Rocky Horror Picture Show

Tim Curry
Tim Curry e sua caracterização brilhante!

Esse é o parágrafo inicial sobre o musical The Rocky Horror Picture Show, lançado em 1975, dirigido por Jim Sharman, produzido por Michael White, contanto com Tim Curry (ele é o recepcionista do hotel em Esqueceram de Mim 2 e também o IT – 1ª versão), Susan Sarandon, Barry Bostwickm, Richard O’Brien (sim, o cara que escreveu o musical) e mais uma galera da pesada, traduz de forma clara o que é o filme.

Como assim? Você não sabe, exatamente, o que sentir quando o assiste pela primeira vez. Tipo, gosto ou não gosto? É interessante ou algo tosco? Esse tipo de questionamentos, sabe como é?!

Mas acompanhando os 100 minutos de duração do longa metragem, você começa a simpatizar com os personagens, a querer “mexer o quadril” junto com as músicas mega dançantes e, claro morrer de rir com o desenrolar da história.

cena time warp
“Time Warp”

O filme

The Rocky Horror Picture Show é “uma celebração da sexualidade”. Chega de pudores, padrões e tudo o mais que a sociedade “humana” impõe. A mensagem do filme é clara: LIBERTE-SE!

Tendo um travesti como personagem central e, também, como o sádico vilão, você é obrigado a abrir sua mente e a se transportar para outra realidade. E olhe que isso foi feito na década de 1970! O_O

Por ter VÁRIAS cenas, digamos, controversas, não é indicado para toda a família. Mas é uma boa pedida para aproveitar uma tarde cinematográfica com os amigos.

cena jantar

Quando apresente essa obra prima ao João, ele mesmo ficou surpreso pelo quanto gostou do filme. Pois ele é, realmente, divertido e revelador em vários sentidos.

O filme é tão bom, que mereceu duas páginas dedicadas no livro 1001 Filmes para Ler Antes de Morrer. Eu já o assisti 3 vezes e só de escrever esse post, estou com vontade de vê-lo novamente. 🙂

Curiosidade

A série Glee (meu amorzinho), já fez um episódio homenageando esse musical maravilhoso. ❤

glee

Trailer

Imagens: Reprodução/Divulgação/Google

autora-diana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s