Cinema em Casa · Desafio 1001 Filmes

Era Uma Vez no Oeste – Desafio 1001 Filmes

O desafio de assistirmos aos 1001 filmes está a todo vapor!

Hoje trazemos para você um clássico norte-americano, no estilo Western Spaghetti* e com um elenco destruidor. O famoso Era Uma Vez No Oeste.

era uma vez no oeste - poster

Sinopse

“Em virtude das terras que possuía serem futuramente a rota da estrada de ferro, um pai e todos os filhos são brutalmente assassinados por um matador profissional. Entretanto, ninguém sabia que ele, viúvo há seis anos, tinha se casado com um prostituta de Nova Orleans, que passa ser a dona do local e recebe a proteção de um hábil atirador, que tem contas a ajustar com o frio matador.” (Fonte: Adoro Cinema)

Era Uma Vez No Oeste

(C’era una volta il West / Once Upon a Time in the West)

personagens - era uma vez no oeste

Filme produzido em 1968, coescrito e dirigido por Sergio Leone e com uma trilha musical impecável criada pelo fantástico Ennio Morricone (sim, o queridinho do Tarantino).

Não sei se você é fã do estilo faroeste… João e eu curtimos bastante, desde os clássicos (No Tempo das Diligências) até os mais atuais (Bravura Indômita, Rastro de Maldade). Por isso, quando abrimos na página dessa obra prima do velho oeste que nunca tínhamos assistido, não pensamos duas vezes.

Ok, o filme é BEM LONGO, com quase 3 horas de duração, ele se torna arrastado em algumas partes. Mas com uma fotografia linda (lembrando muito Westworld, rsrsrs…), uma música f*** e atuações brilhantes (palmas para os senhores Henry Fonda e Charles Bronson) você fica hipnotizado pela trama da tela.

Você sente ódio de Frank, não sabe o que sentir por Jill (coitada, perdidinha), ama Hamornica e acha o máximo como Cheyenne está ali, só observando e entrando em ação quando necessário.

Um clássico que MEGA vale a pena assistir. Mas prepare-se para o chá de cadeira/sofá/cama… Rsrsrs…

Trailer

 

Imagens: Reprodução (Google)

*Faroeste espaguete, Faroeste Macarrônico, ou Bang-bang à italiana é um subgênero western de produção italiana das décadas de 1960 e 1970, muitas vezes com a participação de atores famosos, mesmo em início de sua carreira que mais tarde viriam a tornar-se estrelas internacionais. – Wikipedia

autora-diana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s