Devorando Livros!

O Morro dos Ventos Uivantes

Depois de uma semana conturbada e cansativa na qual ficamos sem postar nada, estamos de volta.

Hoje, para falar da minha incrível surpresa ao ler um dos grandes clássicos da literatura britânica: O Morro dos Ventos Uivantes.

Como cheguei ao Morro dos Ventos Uivantes

livro o morro dos ventos uivantes

Já comentei por aqui que sou fascinada pelos romances da Jane Austen. Suas histórias encantadoras embalaram muitos sonhos (meus e ao redor do mundo) e sou fã, de carteirinha.

Por gostar tanto de Austen e ler artigos e teorias sobre sua vida, me deparei certa vez com uma polêmica que era mais ou menos assim: de quem vocês gostam mais, Jane Austen ou as irmãs Brontë? Fiquei intrigada, pois até então não conhecia essas outras autoras e, claro fui pesquisá-las.

Logo de cara, vi que um filme que realmente adoro chamado Jane Eyre foi baseado no romance de mesmo nome de uma das irmãs Brontë, a Charlotte. Como curti muito o filme, pensei: poxa, talvez eu curta os livros dessas moças… E segui com a busca.

Foi aí que encontrei o icônico Morro dos Ventos Uivantes. Esse nome é bem famoso no cinema, uma vez que rendeu várias adaptações e menções em grandes obras. Então, é claro, que já fui correndo adquiri-lo (o melhor, estava em promoção 🙂 ).

Quem é Emily Brontë?

Antes de passar para a história, gostaria rapidamente de apresentar a autora desse livro baphônico: Emily Brontë.

De acordo com a Wikipedia:

emily bronteEmily nasceu em Thornton, Yorkshire, a quinta dos seis filhos de Patrick Brontë, vigário da Igreja da Inglaterra, e Maria Branwell, e irmã de Charlotte Brontë e Anne Brontë, também escritoras. Ela teve ainda duas irmãs mais velhas, Maria e Elizabeth e um irmão mais velho, Patrick Branwell. Em 1820, sua família mudou-se para Haworth, onde o pai de Emily foi um curador, e nestes arredores o seu talento literário floresceu.

É, das três irmãs, a que menos se têm informações, vivendo reclusa e introvertida.

Vingança, ódio e rancor: esse é O Morro dos Ventos Uivantes

capa_morro_ventos_uivantes.inddPor serem constantemente comparadas à Jane Austen e motivo de disputa no quesito “gostar de uma ou das outras”, me joguei no Morro dos Ventos Uivantes tendo certeza de que seriam mais uma história fofinha de amor.

Rá! Como estava enganada! A narrativa é permeada por ações de ódio, inveja e rancor por parte do personagem principal. São as atitudes dele que desencadeiam todos os eventos da história.

A trama se inicia com a chegada de um novo inquilino à Granja da Cruz do Tordo, o Sr. Lockwood. Após conhecer seu amargurado senhorio, Heathcliff, proprietário do Morro dos Ventos Uivantes, cai de cama, doente, por várias semanas ficando preso na Granja apenas na companhia da empregada da casa, a Sra. Ellen Dean, mais conhecida como Nelly.

Para entreter o Sr. Lockwood, Nelly conta as histórias dos moradores do Morro e da Granja, a paixão ardente e incondicional de Heathcliff por Catherine e todo o seu plano vingativo, regado puramente à ódio.

Apesar da linguagem clássica do século XIX, a leitura é fácil e intrigante. Já nas primeiras páginas, nos juntamos ao Sr. Lockwood na curiosidade para descobrir mais sobre aqueles moradores tão singulares.

As emoções dos personagens são viscerais e é possível senti-las, ou seja, a gente sofre junto com cada pessoa envolvida na trama e anseia por saber o que aconteceu e como aconteceu o destino de cada um.

Não sei se consegui me expressar adequadamente e nem sei pude demonstrar o quão fascinante é essa obra. Só sei que é incrivelmente perturbadora e intrigante e que vale a pena investir na leitura desse clássico maravilhoso.

Obs.: quanto à disputa entre Austen x Brontë, ainda fico com Austen e seus romances fofos. Mas com certeza as irmãs Brontë ganharam um espacinho a mais no meu coração de leitora.

Caso você tenha interesse em conhecer a história, mas não é fã dos livros, há uma versão adaptada para o cinema disponível na Netflix.

 

Imagens: Arquivo pessoal / Google

autora-diana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s