Cinema em Casa

Balinhas de Coco do Oscar 2018

Olá! Quem nos acompanha por aqui já percebeu que somos fanáticos com cinema e que, anualmente, tentamos assistir ao máximo de filmes do Oscar.

Em 2018, como comentamos aqui, estamos novamente nessa jornada e já assistimos à 35 obras até o momento.

Em meio a essa maratona insana, descobrimos alguns filmes que são simplesmente “balinhas de coco”, ou seja, deliciosamente fofos, cativantes e emocionantes. E é isso que irei compartilhar hoje…

Doentes de Amor (The Big Sick – Indicado à Melhor Roteiro Original)

The Big Sick

Pensa naquele filme que mistura romance, comédia e drama – tudo no mesmo pacote. Doentes de Amor oferece esse combo delicioso e te oferece 2 horas de pura satisfação.

A trama narra a história do paquistanês Kumail e sua namorada americana Emily, e os desafios que precisarão enfrentar para ficarem juntos.

No meio disso tudo, uma doença misteriosa e a religião de Kumail se tornam obstáculos complicados para o casal apaixonado.

Bem escrito e envolvente, o roteiro traz muita ternura.

Vale MUITO a pena assistir. Até o João, que é meio cético para “historinhas de amor” achou legal esse filme.

Nível Balinha de Coco: 5/5

Com Amor, Van Gogh (Loving Vincent – Indicado à Melhor Animação)

Loving Vincent

Pensa em um filme que é bonito. Assim, bonito mesmo… Esse é Com Amor, Van Gogh.

Desde que fiquei sabendo deste filme em sua produção (que envolveu 100 artistas para pintar – sim, pintar – cada cena) fique curiosa e encantada simultaneamente.

Primeiro porque uma produção dessa forma é, além de SUPER original, extremamente desafiadora.

Segundo, porque Van Gogh é um dos artistas que mais me encanta na História da Arte (ao lado de Gustav Klimt, Claude Monet e alguns outros). Por isso , quando vi as obras de Van Gogh ganhando movimente e emoções através de grandes interpretações, fique fascinada.

A história também é reveladora, pois apresenta uma, dentre várias, teorias acerca da morte do icônico artista.

Nível Balinha de Coco: 2/5

Visages, villages (Indicado à Melhor Documentário em Longa-Metragem)

visages villages

Esse aqui foi uma linda surpresa.

Visages, Villages dirigido pela artista plástica Agnès Varda em parceria com seu amigo e fotógrafo JR apresenta paisagens na França compostas pelas pessoas que nelas vivem.

Aqui, a arte é feita pelas e paras as pessoas.

Outro fator bem gracinha é a amizade entre os dois criadores da obra. Agnès e JR tem uma parceria fantástica, cada qual com seu olhar e, juntos, produzem um resultado final lindo e surpreendente.

Nível Balinha de Coco: 4/5

Victoria e Abdul – o Confidente da Rainha (Indicado a Melhor Figurino e Melhor Maquiagem e Cabelo)

Victoria e Abdul

“Baseado em fatos reais… pelo menos a maior parte.”

Parafraseei a frase de abertura deste filme, que foi bem intrigante, assim como a história por ele retratada.

Victoria e Abdul tem como referência os diários da Rainha Vitória, governante da Inglaterra e Imperatriz da Índia. E, realmente, durante as quase 2 horas de filme, você percebe que tudo parece “bem pessoal”, como se a própria rainha (encarnada maravilhosamente pela Judi Dench) estivesse contando o que aconteceu para você, durante um chá.

Com um leve toque cômico, você viaja direto ao século 19 e se surpreende na fragilidade da pessoa que, na época, era a mais poderosa do mundo. Além disso, é lindo ver como ela encontra em Abdul, um simples serviçal indiano, um amigo e um filho carinhoso, que ela nunca teve em sua longa vida solitária.

Nível Balinha de Coco: 4/5

Extraordinário (Wonder – Indicado a Melhor Maquiagem e Cabelo)

wonder

De todos os filmes mencionados nesta lista, acredito que Extraordinário seja o mais “famosinho”. Mas, nem por isso, deixa de merecer seu lugar no top Balinha de Coco do Oscar 2018.

De uma forma sensível e única, Auggie compartilha conosco sua história e você já consegue criar um vínculo logo de cara não apenas com ele, o protagonista desta jornada, mas com os demais membros da sua família (inclusive a Daisy) e seus mais recentes amigos.

João me xingou muito no cinema, pois me emocionei, de verdade (de chorar HORRORES T_T) da primeira cena até a última. Mas não consigo evitar: histórias que trazem a importância da aceitação e do valor das diferenças sempre me conquistam, não importam o quão bobas possam parecer. E esse filme faz isso de uma forma super meiga, simples, singela – pois cada personagem apresenta seu papel na obra.

Fico imaginando se eu tivesse lido livro que inspirou o filme… Acredito que teria me dissolvido em lágrimas.

Nível Balinha de Coco: 5/5

 

Imagens: Reprodução (Google)

2 comentários em “Balinhas de Coco do Oscar 2018

  1. Pingback: Com Amor, Simon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s