Da Série #Viagens

Viva Conosco na Europa: Lisboa

Oi! Chegamos ao último post compartilhando nossa maravilhosa road trip pela Europa.

Foram muitos passeios, diversos textos aqui no blog e ótimas recordações.

Hoje falamos sobre nossa experiência em Lisboa, capital de Portugal.

Décima quinta (e última) parada: Lisboa, Portugal
Mas antes, a saga do Aeroporto

Acordamos em Luxemburgo com aquele aperto no peito: precisávamos sair cedo, rumo ao Aeroporto de Frankfurt e pegar nosso primeiro avião de volta para casa.

Por isso, tomamos aquele café da manhã caprichado, porém ficamos calados a maior parte do tempo: cada um processando os melhores momentos da viagem.

A viagem de volta ao aeroporto foi tensa: estávamos tristes e, além disso, erramos o caminho uma vez… o que nos deixou um pouco nervosos.

A devolução do carro (tchau amigo!) foi tranquila, sem grandes emoções. O que complicou mesmo foi tentarmos localizar onde precisávamos ir para fazer o check in e despachar nossas malas.

Superado mais esse desafio, aguardamos o horário certo do check in e partimos ao portão de embarque. Claro que o voo atrasou de novo (e muito: 2 horas), mas tudo bem, não queríamos ir embora mesmo.

Uma vez dentro do avião, a viagem foi tranquila.

Chegando em Lisboa

mapa de lisboa

Chegamos BEM tarde na capital portuguesa. Devido ao atraso de mais de 2 horas do avião, chegamos ao aeroporto quase 1h da manhã e ficamos preocupados: esse horário reduziria nossas chances de um bom jantar.

Quando fechamos o pacote com o Fred, ele nos questionou se gostaríamos de um hotel ou se ficaríamos no aeroporto mesmo (nosso voo sairia apenas no dia seguinte, às 09h40min da manhã). Preferimos ficar no aeroporto e passear um pouco pela cidade, mas o atraso atrapalhou um pouco nossos planos.

Pedi ao nosso amigo Samuel sugestão de lugar para comermos em Lisboa. Ele mora com dois portugueses em Londres e, por isso, acreditamos ser uma opinião valiosa.

A sugestão foi: Tasca do Chico, localizado no Bairro Alto e bem famoso, tendo, inclusive, apresentações de Fado Vadio.

Pegamos o táxi em frente ao aeroporto e chegamos ao Bairro Alto mais de 1h da madrugada. O bairro fervia de gente, especialmente jovens, e me trouxe à lembrança as ruas de Ouro Preto no Carnaval (treva!).

O Tasca do Chico estava impenetrável de tão cheio e precisamos comer em outro lugar… o problema é que, devido ao horário, a maior parte dos estabelecimentos já tinham fechado suas cozinhas e serviam apenas drinks e outras bebidas.

Depois de muita procura, encontramos o Bar do Ricardo onde pudemos nos alimentar e descansar um pouco. O dia tinha sido cheio, com a viagem de carro, a travessia pelo gigantesco aeroporto de Frankfurt e o atraso do voo.

Após comermos, passeamos um pouco pelas ruas do Bairro Alto, apreciamos a vista da cidade de Lisboa (mesmo que à noite) e pegamos um táxi de volta ao aeroporto. Nesse trajeto, o taxista nos mostrou alguns pontos turísticos da cidade.

Aí você pergunta: “Nossa, mas eles não ficaram muito na cidade. Deviam ser umas 3h e pouquinho quando retornaram ao aeroporto. O que eles iam fazer?”. Bom, a resposta, como você já deve imaginar, foi achar um cantinho mais quieto do aeroporto e tentar dormir… Isso mesmo, dormir, no chão, morrendo de frio e totalmente sem jeito.

Acabou que não conseguimos cochilar muito e, 05h e pouco já estávamos de pé. O bom é que alguns café já estavam abertos e pudemos comer e beber algo quente para tentar recuperar o pouco de energia que nos restava.

Andamos pelas lojas do aeroporto até dar o horário do nosso voo que, mais uma vez, atrasou.

Ao entrarmos no avião, bateu mais uma vez aquela tristeza no peito: era verdade, estávamos a caminho para casa.

Após 9h de viagem, descemos em CONFINS e uma chuva nos recebeu. E já dentro do Cabify começamos a discutir qual seria nosso próximo destino…

Impressões e decisões finais
  • Os homens em Lisboa são MUITO machistas. Eles não se dirigiam a mim em momento algum, sendo necessário eu pedir para o João verbalizar o que eu queria. Achei isso muito grosseiro.
  • Gostaríamos de retornar a Portugal com mais calma e de dia, é claro. Conhecer Lisboa e seus belos pontos turísticos, passar por Porto, Fátima e Ilha da Madeira.
  • De todas as cidades que passamos, apenas o trânsito de Lisboa é caótico, lembrando muito o Brasil.
  • Se pudermos evitar viajar de TAP no futuro, evitaremos.
  • Em uma próxima viagem à Europa, não utilizaremos carro – as leis de trânsito são bem diferentes.
  • NUNCA MAIS, enquanto estiver em nosso controle, vamos dormir em aeroportos.

Confira nossa road trip pela Europa na íntegra!

2 comentários em “Viva Conosco na Europa: Lisboa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s