Devorando Livros!

Flush, Memórias de um Cão

Olá! Na semana passada li um livro super fofo, que a minha amiga Mirian emprestou, e fiquei surpresa ao descobrir que a obra é de uma autora inglesa extremamente intensa, que trava debates profundos e críticos sobre a sociedade de sua época e que já tive um contato a alguns anos atrás. “Flush, Memórias de um Cão” é considerado uma das obras mais leves da icônica escritora Virginia Woolf.

Quem é Virgina Woolf

virginia-woolf-flush 2.jpg

Virginia Woolf nasceu em 1882 em uma família da alta sociedade londrina, cercada por sete criados e grandes nomes literários como Henry James e Thomas Hardy.

A autora começou a escrever em 1915, mas seu reconhecimento veio com “Mrs. Dalloway(inclusive foi o primeiro livro que li dela), sendo marcado como um grande romance modernista.

Suas obras são caracterizadas por grandes críticas ä sociedade e aos valores de sua época, sempre tratadas de forma sutil e inteligente.

Em 1941, Virginia Woolf suicidou, atirando-se a um rio com os bolsos cheios de pedras.

Uma sugestão: caso queria conhecer um pouquinho mais sobre a autora, indico o filme “As Horas” (2002) – nele, Virgina Woolf é interpretada com maestria por Nicole Kidman.

Fonte: Portal da Literatura

Flush e suas Memórias

flush memorias de um cao.jpgVirginia Woolf se inspirou para escrever “Flush, Memórias de um Cão” ao ler as cartas de amor trocadas entre os poetas vitorianos Elizabeth Barret Browning e Robert Browning

Em suas cartas ao amado, Elizabeth cita Flush e sua conduta em diferentes situações e épocas, transmitindo a sensação quase “humana” presente no animal, sensibilizando Virginia a transformar suas impressões em reflexões caninas sobre a sociedade e a vida na época (1842).

A História

A história já começa com uma longa explicação sobre a origem da raça de Flush, justificando a “realeza” do cocker spaniel, sua tradição como cães de caça, seu pertencimento a clubes fechados e o padrão de certas características que confirmem a origem nobre.

Após esses esclarecimentos, acompanhamos Flush desde seu nascimento, em uma fazenda cheia de espaço e cheiros naturais, passando pela nova etapa em sua vida ao ser dado de presente para Elizabeth Barret, uma senhorita extremamente delicada e adoentada que passa a maior parte dos seus dias enclausurada em um quarto escuro, o que desperta novas sensações e reflexões em Flush. E acompanhamos, através da percepção do cão, a Senhorita Barret se apaixonar e mudar totalmente sua vida.

O interessante da obra é passarmos por cada etapa através das sensações de Flush, que faz reflexões profundas sobre sua vida e sua origem nobre, ao mesmo tempo que revela a incrível importância de um bom alimento.

É bem diferente você ler uma história que é pautada, em grande parte, por cheiros e contato físico por diferentes superfícies. E, também, como é angustiante não compreender tudo que está ao seu redor e você ficar a mercê de suas próprias teorias com base do que você sabe e consegue deduzir.

Flush é considerado uma obra reveladora de Virgina, pois traz um tom mais cômico e leve, o que angariou novos leitores/seguidores para ela. E, como li Mrs. Dalloway, consigo perceber que mesmo seu estilo crítico ter-se mantido, realmente é possível dar algumas risadas com o pequenino cão e suas aventuras atrás de cadelinhas malhadas (rsrsrs…).

Impressões Finais

Super indico! Se você gosta de aventurar com novos gêneros literários e conhecer os grandes nomes da literatura mundial, Virginia Woolf é uma que você definitivamente deve conhecer. E para começar, “Flush, Memórias de um Cão” é uma ótima pedida, por ser pequeno e relativamente leve.

E aí? Já leu alguma obra da Virginia Woolf? Comente conosco o que achou!

virgina woolf flush frases.jpg

Imagens: Google Images

Um comentário em “Flush, Memórias de um Cão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s