Da Série #Museus · Da Série #Viagens · Viva Conosco

Uma tarde no MASP

Nossa aventura por São Paulo continua… E não foi só de gordice que passamos o fim de semana! Rsrsrsr…
No sábado, após o almoço no Jamie’s Italian (já comentado aqui), fomos em busca de um pouco de cultura e acabamos parando no Museu de Arte de São Paulo, mais conhecido como MASP.
Uma breve história:
O Museu de Arte de São Paulo é um museu privado sem fins lucrativos, fundado pelo empresário brasileiro Assis Chateaubriand, em 1947, tornando-se o primeiro museu moderno no país.
Primeiramente instalado na rua 7 de Abril, no centro da cidade, em 1968 o museu foi transferido para a atual sede na avenida Paulista, arrojado projeto de Lina Bo Bardi, que se tornou um marco na história da arquitetura do século 20. Com base no uso do vidro e do concreto, Lina Bo Bardi criou uma arquitetura de superfícies ásperas e sem acabamentos luxuosos que contempla leveza, transparência e suspensão. A esplanada sob o edifício, conhecida por “vão livre”, foi pensada como uma praça para uso da população. A radicalidade da arquiteta também se faz presente nos icônicos cavaletes de cristal, criados para expor a coleção no segundo andar do edifício. Ao retirar as obras das paredes, os cavaletes questionam o tradicional modelo de museu europeu. No MASP, o espaço amplo e livre, com expografia suspensa transparente, permite ao público um convívio mais próximo com o acervo, onde os visitantes escolhem seus caminhos e traçam suas histórias.
Fonte: MASP
Nem sabíamos quais exposições estavam “em andamento” no museu, fomos lá apenas para conhecer o espaço que é nacionalmente conhecido. Mas que surpresa tivemos! Uma exposição maravilhosa com obras de grandes artistas como Monet, Manet, Rembrandt, Renoir, Rafael, Portinari e muitos outros. Ficamos alucinados por, sem querer, termos a oportunidade de ver de pertinho essas obras maravilhosas e mundialmente conhecidas!
Além disso, no 1º andar, podemos conferir uma exposição de fotografias feitas entre 1950 e 1990, que demonstram o olhar dos fotógrafos dessa época. Tudo muito rico e bonito!
A entrada “inteira” é R$12. Um valor consideravelmente baixo para a riqueza do acervo exposto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s