Da Série #Restaurante · Da Série #Viagens · Viva Conosco

Almoçando no Jamie’s Italian

Bom pessoal, como falamos no último post, entre os dias 18 e 20 de março fizemos uma rápida viagem para São Paulo com o objetivo de realizar alguns pequenos desejos que em Belo Horizonte não seria possível…
No post de hoje, vou contar um pouquinho como foi a realização de um sonho guloso, almoçando no maravilhoso restaurante Jamie’s Italian.
Em outro texto, já compartilhei o quanto curto cozinhar e um dos meus maiores ídolos da cozinha é o inglês Jamie Oliver (tenho dois livros maravilhosos de receita dele). Esse chef extremamente divertido e engajado com causas sociais possui uma cadeia de restaurantes na Inglaterra que abrange diferentes sabores, desde lanches rápidos no estilo norte-americano (Jamie Oliver’s Diner), passando por uma seleção tipicamente britânica (Union Jacks) até a deliciosa culinária italiana (Jamie’s Italian).
Desde que comecei a assistir aos programas do Jamie na TV, fiquei fascinada com os cardápios por ele preparado, que mistura sabores simples que, juntos, formam uma rica combinação de cores e um prato delicioso. Por isso, quando descobri que seria aberta uma franquia do Jamie’s Italian no Brasil quase chorei de alegria… Pensei: “Terei a oportunidade de experimentar a comida desse chef fo**!”.
Um pouquinho sobre a história do restaurante: O Jamie’s Italian foi fundado em 2008, na cidade de Oxford, Inglaterra. Desde então foram inaugurados mais de 40 restaurantes pelo mundo e sua inspiração está na paixão de Jamie pela maneira que os italianos vivem. No mesmo modelo das demais casas da rede, a primeira filial brasileira da marca utiliza apenas carne de animais criados soltos e prioriza os ingredientes orgânicos. Todo o cardápio, aprovado por Jamie, é supervisionado no dia a dia pelo sócio e chef executivo Lisandro Lauretti.
O estabelecimento foi criado para ser acessível a todos, proporcionando a oportunidade de experimentarem sabores únicos e inesquecíveis. Infelizmente, aqui no Brasil, a realidade não é bem essa: apesar de valer cada centavo, os pratos são caros, tendo uma variação de preço entre R$40,00 a R$150,00.
Então, vamos, lá! Vou colocar aqui quais foram as nossas impressões e escolhas para nosso almoço divino!
O local é todo decorado como uma típica cantina italiana, na qual podemos ver embutidos, massas, conservas e outros itens utilizados no preparo dos cardápios. O atendimento dos garçons é impecável: eles têm total conhecimento de todos os pratos servidos na casa, forma de preparo e destaques para diversos tipos de paladar. Além disso, todos são muito solícitos no esclarecimento de dúvidas. O cardápio é claro e bem dividido, apresentando de forma atrativa todas as opções de entradas, pratos principais, acompanhamentos, bebidas e sobremesas.
Saímos de lá muito satisfeitos, pois os pratos são “bem servidos”.
Para beber, o João pediu um Aperol Spritz (R$26), uma bebida feita de aperol, espumante e club soda, com sabor bem marcante. Eu pedi um Hibiscus Martini (R$32), feito de Martini Rosato, limoncello Coppo, Cointreau, frutas vermelhas e infusão de hibisco, bem docinho e extremamente forte (rsrsrs…). Para equilibrar o álcool, pedimos uma água sem gás para acompanhar.
Como entrada, pedimos Carta de Musica Crocante (R$19) que vem com um pãozinho fininho e extremamente crocante, acompanhado de queijo pecorino (queijo italiano feito de leite de ovelha), geléia de pimenta e uma folhinha de hortelã.
Para o prato principal, não inovei muito e, por estar em um restaurante italiano, pedi uma massa: Porcini Fettuccine (R$55), feito com cogumelos selvagens, mascarpone, alho, vinho branco, gremolata de limão (uma mistura de alho e salsa bem picados e a raspa da casca de limão), parmesão e pangrattato (feito de pão italiano ou ciabatta amanhecido, cortado em cubos pequenos ou triturados no processador). Para acompanhar, pedi uma Salada de Vegetais Crocantes (R$7) com hortelã, limão e iogurte.
Já o João pediu um suculento Contrafilé (R$81), que é grelhado servido com cogumelos portobello salteados, gremolata de limão, cebolas ao balsâmico & funky chips. Além disso, é acompanhado por manteiga trufada & lascas de trufas selvagens da Toscana.
Para encerrarmos o banquete, pedimos como sobremesa um Cheesecake de Limão Sicilano (R$24), feito com mascarpone aveludado (uma variedade de queijo de consistência muito cremosa, feito à base de leite de vaca e particularmente rico em gorduras. Sua cor é bege claro e o sabor é doce) e limão siciliano com merengue italiano, servida com lemon curd (creme de ovos e limão) e calda de amoras.
Jamie’s Italian
End.: Avenida Horácio Lafer, 61 – Itaim Bibi / São Paulo – SP
Contato: (11) 2365-1309

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s